Loja Maçônica Luz no Horizonte 2038

 

Brasão do Rito Escocês Antigo e Aceito

Brasão do Supremo Conselho do Grau 33 do Rito Escocês Antigo e Aceito
da Maçonaria Para a República Federativa do Brasil

 

Brasão do Supremo Conselho do Brasil para o Rito Escocês Antigo e Aceito

 

O Brasão do Supremo Conselho do Brasil para o Rito Escocês Antigo e Aceito é composto pelo mapa do Brasil, no fundo, pela  Águia Bicéfala Coroada* de asas abertas, em vôo, tendo nas garras uma Espada, e debaixo desta um listel, com o moto: DEUS MEUMQUE JUS (Deus e o meu Direito), mas abaixo o dístico: ORDO AB CHAO (A Ordem deve vir depois do Caos). No peito da águia tem um delta com o numeral 33, referente ao último grau da escala maçônica deste rito.

O Supremo Conselho do Brasil, foi fundado em 12 de Novembro de 1832, por Francisco Gê Acaiaba de Montezuma - Visconde de Jequitinhonha.

Atualmente no Brasil, tem dois Supremos Conselho do Brasil que comandam os graus filosóficos do Rito Escocês Antigo e Aceito, ou seja: o Supremo Conselho do Brasil para o Rito Escocês Antigo e Aceito com tratado de amizade com as lojas escocesas do Grande Oriente do Brasil - GOB,  com sede no Campo de São Cristóvão, 114 no Rio de Janeiro/RJ, e o Supremo Conselho do Grau 33 do Rito Escocês Antigo e Aceito da Maçonaria Para a República Federativa do Brasil com tratado de amizade com as lojas escocesas das Grandes Lojas Maçônica, com sede na Rua Barão nº 1317 Rio de Janeiro/RJ.

* Segundo o Irmão Kurt Prober em seu livro "História do Supremo Conselho do Grau 33 do Brasil", a origem da Águia Bicéfala como emblema dos Supremos Conselhos surgiu pela primeira vez na França em 1759 e foi usada pelo "Conselho dos Imperadores do Oriente e do Ocidente". E sua origem (águia bicéfala)  foi na cidade de Lagash, na poderosa e influente Samária. No correr dos tempos passou dos "samaritanos" para o povo de Akhad, dali para os Hititas e mais tarde se tornou o emblema de alguns povos da Ásia Menor, especialmente dos Sultões de Selkujian. Durante as Cruzadas foi trazida como símbolo para os Imperadores do Oriente e do Ocidente, cujos sucessores, foram nos últimos tempos, os Habsburgos e os Romanoffs, e em cujas moedas aparece então sistematicamente, sendo copiado pela maioria das "Cidades Livres da Europa", principalmente as alemãs.

 

Voltar ao início

Abel Tolentino de O. Junior
Loja Maçônica Luz no Horizonte 2038
Goiânia - GO - Brasil