LOJA MAÇÔNICA FILHOS DA JUSTIÇA 2284

Nome: FILHOS DA JUSTIÇA Nº 2284
Data da Fundação: 27/01/1985
E-mail: filhosdajustica@yahoo.com.br
Endereço: ARMOGASTE JOSÉ DA SILVEIRA ST. MARECHAL RONDON
Cidade: GOIÂNIA - GO  Cep: 74.560-900
Sessão: QUARTA Rito: ESCOCÊS


Estandarte da Loja Maçônica Filhos da Justiça 2284

Histórico da Loja Maçônica Filhos da Justiça

Do livro Súmula da história da fundação da Loja Maçônica Filhos da Justiça, tiramos o seguinte histórico;

A IDEIA DA FUNDAÇÃO

Era janeiro de 1985, quando os Irmãos Saul Dalago (de saudosa memória), Alan Kardec Garcia e Maurício Ernesto Coelho e o então Grão Mestre do Grande Oriente do Estado de Goiás o Eminente Irmão Chafic Gabriel, encontravam-se em Caldas Novas, ali aventou-se a possibilidade fundar uma Oficina, em Goiânia. O entusiasmo tomou conta desses abnegados Obreiros, ora residindo na Capital do Estado e egressos da Loja Maçônica Justiça e Caridade II, do Oriente de Itumbiara GO, procuraram dar solução à ideia, já com o apoio do Grão Mestre Estadual, nos moldes do espírito maçônico e em obediência à Constituição do Grande Oriente do Estado de Goiás. Marcada a primeira reunião preparatória, a qual foi realizada aos 13 dias do mês de janeiro de 1985, na residência do Irmão Alan Kardec Garcia, sito à Rua 233 nº 365 do Setor Universitário, dela fazendo parte os Irmãos Nilo Eustáquio de Carvalho, Getúlio Lima, Saul Dalago, Pedro de Paula e Silva, Gercy Custódio da Silva, Antônio Sabino Machado, Maurício Ernesto Coelho e Dilson José de Oliveira, foi composta uma comissão formada pelos Irmãos: Saul Dalago, Pedro de Paula e Silva, Gercy Custódio da Silva, e Antônio Sabino Machado, com a incumbência de inteirar-se junto ao Grão-Mestrado do Grande Oriente do Estado de Goiás das providências necessárias à fundação da referida Loja e pleitear a cessão de um Templo, no Palácio Maçônico.

FUNDAÇÃO DA OFICINA

Aos 27 dias do mês de janeiro de 1985, sob suprema proteção do Grande Arquiteto do Universo, na residência do Irmão Alan Kardec Garcia, reuniram-se os maçons Gercy Custódio da Silva, Antônio Sabino Machado, Maurício Ernesto Coelho, Antenor César Lima, Pedro de Paula e Silva, José Pinto Neto, Dilson José de Oliveira, Evódio Cecílio Borges, Gaspar José da Silva, Nilo Eustáquio de Carvalho, Getúlio Lima, Saul Dalago, e Fábio de Melo Campos, para, segundo consta do balaústre gravado no livro 01 – AP – de seus arquivos, fundar a Loja a que se propuseram anteriormente. A referida reunião foi presidida pelo Irmão Alan Kardec Garcia e secretariada pelo Irmão Antenor César Lima. Após tomarem conhecimento de todas as providências adotadas pela comissão junto ao Eminente Grão Mestre Chafic Gabriel, que não poupou esforços para sua concretização, cedendo, inclusive, o Templo Igualdade, do Palácio Maçônico, para funcionamento da Loja, às quarta-feira, foi declarada, oficial e solenemente fundada a Loja, pelo Irmão Alan Kardec Garcia, sob os aplausos de todos os presentes.

Estava fundada a Loja Maçônica “FILHOS DA JUSTIÇA” Nº 2.284!

O nome da Oficina foi oficializado como “Filhos da Justiça”, por sugestão do Irmão Saul Dalago, título que além de encerrar um alto valor simbólico, é uma homenagem à Aug. e Resp. Loj. Simb. “Justiça e Caridade II” do oriente de Itumbiara, loja mãe da maior parte de seus fundadores, sendo que coube ao Irmão Antenor César Lima (também de saudosa memória), a difícil missão de idealizar e executar o Timbre e o Estandarte da Loja, o que foi realizado por aquele artista com perfeição, para gáudio de todos os Obreiros componentes da novel Oficina.

SESSÃO MAGNA DE REGULARIZAÇÃO

No dia 5 de maio de 1985, no Templo nobre do Palácio Maçônico “Nasseri Gabriel” do oriente de Goiânia, Estado de Goiás, realizou-se a Sessão Magna de Regularização da Loja Maçônica Filhos da Justiça, obedecendo-se fielmente a ritualística, inclusive com a leitura solene do Decreto nº 810/85, do Eminente Grão Mestre Chafic Gabriel e a Carta Constitutiva nº 2.284, emitida pelo Soberano Grão Mestre do Grande Oriente do Brasil, Jair Assis Ribeiro.

VENERÁVEIS DA LOJA MAÇÔNICA FILHOS DA JUSTIÇA 2284

1985/87 - Alan Kardec Garcia;

1987/89 - Maurício Ernesto Coelho;

1989/91 - Pedro de Paula e Silva;

1991/93 - Alan Kardec Garcia;

1991/93 – Barsanulfo Pereira Gomes, sendo substituído por José Gildo Volgarini;

1995/97 - José Gildo Volgarini;

 

Trabalho feito pelo Irmão José Marques de Albuquerque em 30/09/1996.

 

Palácio Maçônico do Grande Oriente do Estado de Goiás

 

Abel Tolentino
WebMaster