Loja Maçônica Luz no Horizonte

Loja de Mesa

A Música na Loja de Mesa

 

   Ao estudarmos a "Compilação Preciosa da Maçonaria Adonhiramita" publicada pela primeira vez em 1781 pelo irmão Luiz Guillaume de Saint-Victor,  na sua versão brasileira, traduzida pela Loja Maçônica Gilvan Barbosa da cidade de Campina Grande/PB em março de 1989. Encontramos no final do ritual da Loja de Mesa três cânticos de encerramento da mesma, os quais publicamos nas páginas seguintes.

   Antes de entrarmos nos cânticos de encerramento da Loja de Mesa, vamos buscar no irmão José Castellani (Grande Secretário Geral de Educação e Cultura do GOB) a explicação do que seja a "Loja de Mesa":

  " Loja de Mesa é a sessão ritualística em que os Maçons se confraternizam, em torno de uma mesa de refeições; é também chamada de Banquete Ritualístico.
  ... A Loja de Mesa, antigo costume maçônico, deve ser instalada pelo menos uma vez por ano, de preferência no solstício de inverno. Os solstícios ocorrem quando o Sol atinge sua posição mais afastada do equador terrestre; para o hemisfério sul, o solstício de verão ocorre quando o Sol atinge sua posição mais austral (meridional, sul), enquanto que o solstício de inverno acontece quando o Sol atinge sua posição mais boreal (norte). Este último ocorre em 21 de junho, que é, então, a época mais propícia para o banquete, embora muitas oficinas a façam a 24 de junho, aproveitando o solstício e homenageando o padroeiro de muitos ritos maçônicos, São João, o Batista. No hemisfério norte é comum realizá-lo a 27 de dezembro, unindo a festa solsticial com a homenagem a São João, o Evangelista."

Página Anterior

Próxima Página

Abel Tolentino
Webmaster