Loja Maçônica Luz no Horizonte

O Canto do Mestre
ou a
História da Arte de Construir
James Anderson

Parte II

I

ENTÃO deixando BABEL se dispersaram
Em Colônias para Regiões longínquas,
Todos verdadeiros Maçons, que podiam contar
Suas Obras para aqueles dos Tempos posteriores;
O Rei NEMROD fortificou seu Reino,
Com Castelos, Torres, e belas Cidades:
MISRAIM, que governava o Egito,
Ali construiu prodigiosas Pirâmides.

II

JAFET, e sua Raça valente,
Não deixaram a Arte de Construir por menos;
Nem SEM, e aqueles que o sucederam
Às Bênçãos prometidas por Herança;
Pois o Pai ABRAÃO trouxe de UR
A Geometria, a boa Ciência;
Que revelou, sem demora,
A todos os descendentes de seu Sangue.

III

Mesmo a Raça de JACOB com o tempo foi ensinada,
A deixar de lado o Bordão do Pastor,
E a usar a Geometria foi conduzida,
Enquanto esteve sob o Jugo cruel dos Faraós;
Até que nasceu MOISÉS o Mestre Pedreiro,
E levou a SANTA LOJA de lá,
E preparou os Pedreiros, aos quais quis
Dar sua Ciência notável.

IV

AHOLIAB e BETZALEEL,
Homens inspirados, construíram a TENDA;
Onde o Schekinah decidiu habitar,
E a Habilidade Geométrica surgiu:
Pois quando os valentes Pedreiros ocuparam
Canaã, os sábios FENÍCIOS aprenderam
Que as Tribos de Israel eram mais hábeis
Em Arquitetura sólida e verdadeira.

V

Pois o Templo de DAGON na cidade de Gaza,
Artisticamente apoiado em duas COLUNAS;
Pelos Braços potentes de SANSÃO foi derrubado
Sobre os Senhores Filisteus, que massacrou;
Se bem que fosse o mais belo Edifício construído
Pelos filhos de Canaã, não se podia comparar
Ao Templo do louvado Criador,
Por sua Força gloriosa e sua Estrutura bela.

VI

Mas aqui paramos um instante para brindar
À Saúde de nosso MESTRE e dos nossos Vigilantes;
E prevenir-vos todos a evitar a costa
Onde Naufragaram a Fama e a Fé de Sansão
Tendo um dia revelado seus Segredos à sua ESPOSA,
Sua Força se foi, sua Coragem enfraqueceu,
Aos seus cruéis Inimigos foi exposto,
E nunca mais recebeu o nome de Pedreiro.

CORO

Quem pode revelar a Arte Real?
Ou cantar seus Segredos em um Canto?
Eles estão bem guardados no CORAÇÃO  do Pedreiro,
E pertencem à antiga Loja.

 

(Faz-se aqui uma pausa para beber à Saúde do Mestre
e dos Vigilantes dessa Loja Particular)

 

Fonte:

Este cântico maçônico esta contido nas Constituições de
James Anderson, impressa em 1723 por solicitação da Grande Loja
da Inglaterra, que fora fundada em 1717.

 
Tradução feita pelo Irmão João Nery Guimarães em 1982
Livro: “Coluna de Harmonia” - Autor: Zaly Barros de Araújo
Editora Maçônica “A TROLHA”

 

Página Anterior Próxima Página

Abel Tolentino
Webmaster