AS CORES NO RITO BRASILEIRO

Glauber Santos Soares

Desde criança, somos expostos ao estímulo visual das cores, que fazem parte do nosso cotidiano. Quando recebemos a luz da maçonaria e começamos o desbaste na pedra bruta aprendemos a importância dos sentidos o qual o homem deve possuir. A visão é um desses sentidos e através dela devemos captar todos os signos ofertados em nossa jornada maçônica.

O estudo do significado das cores na maçonaria é de vital importância para os membros que praticam tal liturgia, pois permite facilidades e melhor entendimento no estudo e interpretação dos símbolos. Lembrando que não há uma razão histórica para a adoção desse simbolismo de cores.

Mas afinal o que é a cor ? A cor é uma percepção visual provocada pela ação de um feixe de fótons sobre células especializadas da retina, que transmitem através de informação pré-processada ao nervo óptico, impressões para o sistema nervoso . Ou seja a “Cor” é uma impressão provocada nos olhos pela luz refletida pelos corpos.

Na maioria dos ritos conhecidos e praticados, principalmente aqueles administrados pelo Grande Oriente do Brasil – GOB os três primeiros graus formam a chamada Maçonaria Azul (A cor do céu no seu infinito, como infinita deve ser a tolerância condicionada nas atitudes dos Maçons), que agrega as Lojas Simbólicas, os graus 1, 2 e 3, Aprendiz, Companheiro e Mestre, respectivamente. No que tange aos estudos filosóficos (também conhecido como Altos Corpos ou Altos Graus) esses já administrados por um órgão administrativo e independente do Corpo Simbólico, cada sequencia de graus tem uma característica específica e consequentemente uma cor o acompanha, exemplo graus de maestria = verde, graus capitulares = vermelhos, graus missionários = preto, etc(1).

Quando falamos em Rito Brasileiro a cor oficial é o violeta, que representa os significados de nobreza, dignidade e, até mesmo, sacralidade. No que tange à cor da gravata propriamente dita, questões estéticas vedavam o uso do violeta, assunto solucionado, quando alguém trouxe (e isto era comum, trazer gravatas roxas,  vermelhas, etc., como amostras), alguém trouxe, reitera-se, uma gravata bordô, no padrão, tom, etc., da atualmente usada. Agradou sobremaneira. Caiu no gosto. Foi adotada experimentalmente. E, após longo período de experiência, quando se verificou que o povo do Rito aceitara com entusiasmo a solução, foi providenciada a alteração do Regulamento Geral da Federação, tornando legal o uso da gravata na cor adotada pelo Rito (em nosso caso o bordô)(2).

Outra curiosidade está relacionada “As velas” utilizadas na cerimônia de acendimento e amortização das Luzes no Altar dos Juramentos, branca no castiçal da Sabedoria, vermelho no castiçal da Força e azul no castiçal da Beleza suscitam os atributos de Deus a Onisciência, a Onipotência e a Onipresença respectivamente.
As cores das velas são uma lembrança e uma homenagem às cores oficiais do Grande Oriente do Brasil. São Também uma alusão as cores usadas pelas três Lojas Fundadoras do GOB, quando a Loja Comércio e Artes se dividiu e formou mais duas a Esperança de Niterói e a União e Tranquilidade. Os irmãos para identificar de que loja eram, usavam no braço uma tarja (Branca) Comercio e Artes, (Vermelha) Esperança de Niterói e (Azul) União e Tranquilidade. Como a Loja Comércio e Artes era a primeira e que se dividiu sendo assim a mãe das outras duas, por este motivo a vela branca fica no Sírio à frente do Venerável Mestre como homenagem.

Embora a cor seja um fenômeno extremamente subjetivo, certas influências no estado psicológico das pessoas são generalizadas. Assim podemos classificar alguns significadosamplamente relacionados a determinadas cores.

Segundo o Dicionário das cores: O Azul está relacionada com a nobreza e costuma ser usada para transmitir harmonia, tranquilidade e serenidade. O vermelho cor quente transmite muita energia e simboliza a paixão e amor. É uma cor forte e por isso muitas vezes também pode ser associada ao poder, violência e sacrifício. Já a cor Branca representa a paz, a purificação, inocência e a clareza. Também é reconhecida como uma cor que transmite calma e ajuda a atingir equilíbrio.
De acordo o Site do Grande Oriente do Brasil as cores oficiais da nossa Potência Maçônica (azul, branca e vermelha), simboliza uma reverência a Revolução Francesa (1789) um dos grandes marcos na História da Maçonaria em âmbito mundial, sendo que o azul representa o poder legislativo, branco o poder executivo e o vermelho o povo, os três "dividindo" igualmente o poder. Lembrando do lema francês, as cores representam também Liberdade (Liberté), Igualdade, (Égalité) e Fraternidade (Fraternité).

Encerro usando uma citação do livro Psicodinâmica das Cores Em Comunicação: “A cor é uma linguagem individual. O homem reage a ela subordinados as suas condições físicas e as suas influências culturais.” com isso podemos afirmar que a percepção das cores algumas vezes se dá a partir de hábitos sociais que se estabelecem durante toda uma vida e fixam-se reações psicológicas que norteiam tendências individuais.

Vitória da Conquista 23 de Setembro de 2016

 

 

Glauber Santos Soares
M.·.M.·.
CIM – 246.501

 

Referências Bibliográficas:

1. “A Gravata Bordô” de autoria do Ir.’. Fernando Couto  http://lojafiladelfia.wordpress.com/category/trabalhos/
2. Revista Eletrônica Arte Real . Edição 54 - https://arlsliberdadeeuniao.files.wordpress.com/2011/05/revista-mac3a7c3b4nica-virtual-arte-real-nc2b0-54.pdf Acessado em 23 de Setembro de 2016
3. Ritual de Aprendiz Maçom – Rito Brasileiro (Edição 2009)
4. Site do Grande Oriente do Brasil – www.gob.org.br
5.Psicodinâmica das Cores Em Comunicação: http://www.livrariacultura.com.br/p/psicodinamica-das-cores-em-comunicacao-72287. Acessado em 23 de Setembro de 2016

(1) Cor: Fenômeno Óptico.  Universidade Federal do Pará. 26 de julho de 2009. Consultado em 23 de Setembro de 2016.
(2) Tomando como base o sistema de 33 Graus adotados pelo REAA maiores detalhes: O Rito Escocês Antigo e Aceito – História, Doutrina e Prática, José Castellani.

 

Voltar à página principal

Abel Tolentino de Oliveira Junior
Loja Maçônica Luz no Horizonte 2038
Goiânia  -  GO  -  Brasil